Busca no Site:
Atos Públicos
 
22/07/2014 - SABÃO DE BOLA
 

Sabão de Bola

    Feito de sebo (gordura) de vaca e cinza, o sabão de bola já foi muito usado em nossa região. Quando o acesso a produtos industrializados não era tão fácil e, até mesmo, quando ainda nem existiam sabões e detergentes produzidos em escala comercial, o único sabão disponível para lavar roupas, vasilhas e para o banho, era o Sabão de Bola.

    O distrito do Rio das Mortes foi um grande produtor deste tipo de sabão na região. A economia local, por muitos anos se movimentou também com o trabalho de dezenas de Lavadeiras, moradoras do distrito, que prestavam serviços para famílias na sede do município.

    “As roupas ficavam branquinhas, por causa do sabão. E o povo gostava muito!”, relembra Rogério Bosco. “Ainda tem duas pessoas que fazem o sabão. Um deles chegou a participar de da Exposição Mineira de Artesanato e exportou para o Japão, pois o sabão de bola é esfoliante”, completou  o Secretário de Agricultura e Abastecimento de São João Del-Rei.

    “Eu sou Sabão de Bola!” Assim se definiu Rogério, no começo da entrevista, ao citar o nome completo, Rogério Bosco da Silva. Idade? “46 anos! Bem vividos!”, destaca.  21 deles, ao lado da esposa Cléa, que é também  a mãe de Augusto César, 19 e Helena Luíza, 12. O apelido “Sabão de Bola”, que é dado aos moradores da localidade, é assumido, com orgulho, por Rogério.

Muita água

    O nome Rio das Mortes vem do Rio das Mortes Pequeno, que corta o distrito e, quilômetros à frente, deságua no  outro Rio Mortes (o maior), que corta o núcleo urbano do município. Além do famoso sabão, a quantidade de água do distrito também é destacada pelo filho ilustre que cita os Córregos da Prata, das Pombas e do Atalho, águas nas quais muitas vezes nadou. “Água, lá, é o que não falta.”

    Por outro lado, faltava muita coisa. Filho de  Joaquim Teodoro, 87 anos, “vivo e forte, graças a Deus”, e de Vicentina Luíza, falecida em 1995, Rogério tem 8 irmãos, sendo 7 homens e uma mulher. Aluno da Escola Evandro Ávila, interrompeu os estudos no primeiro ano do antigo Segundo Grau, e anos mais tarde concluiu o Ensino Médio, através do  Programa EJA –Educação de Jovens e Adultos.

    Mudaria do Rio das Mortes? “Moro bem. Não tenho este desejo, não. 7 minutos do centro! Gasto menos tempo do que quem mora na Colônia (bairro que fica no núcleo urbano). É muito bom, limpo, bonito, de fácil acesso, um lugar bom para se morar, além da segurança.”  Rogério já foi Comerciante e proprietário de  uma pizzaria, lancheria, danceteria e mercearia.  Foi também Supervisor de vendas e depois trabalhou no setor administrativo de uma siderúrgica, a Ligas Gerais (General Alloys).

    “Tive a felicidade de ser presidente do Emaús, na cidade de SJDR e depois Cursilhista”, que são Movimentos da Igreja Católica, onde Rogério também foi Líder do movimento de juventude e atuou em trabalhos sociais.

Tempos de Mudança

    “Nunca vi um prefeito assentado na Zona Rural ouvindo aos moradores. Agora, consigo levar o prefeito em todos os distritos e comunidades. E, lá, ele ouve, atende a população, naquilo que ela mesmo reivindica. E, ali mesmo, já fala o que pode e o que não pode fazer”, descreve Rogério a ligação com o atual Prefeito Professor Helvécio, de quem é Secretário de Agricultura e Abastecimento.

    “Quando eu recebi o convite, fiquei assustado. Apesar de ser da Zona Rural, sempre atuei na parte burocrática. Com pouco conhecimento da agricultura, pois o cultivo da minha família, na roça, era de subsistência. Havia uma desconfiança inicial. Mas, tenho cursos na área de projetos e habilidades de execução. Gosto de planejar a longo prazo. E tudo o que planejamos está sendo executado.”

    “A Secretaria de Agricultura não tinha nada. Não tinha carro, não tinha móveis, não tinha espaço. Era um apêndice no prédio da Secretaria de Saúde, não tinha identidade. Agora tem”. A nova sede, agora, funciona no centro histórico, na antiga casa do Conselho Tutelar, na Rua Santo Elias, 90.

    Sobre distâncias e a abrangência de seu trabalho, o Secretário ressalta: “Vejo neste governo a possibilidade de aproximar os extremos como, por exemplo, a Boa Vista, o Montevidio e o Ponto dos Resende.” Os povoados ficam nos limites da cidade. Sendo Boa Vista, na região do distrito de São Gonçalo do Amarante, o Montevidio, no distrito de Emboabas e o Ponto dos Resende, já na divisa com a cidade de Piedade do Rio Grande, há 64 quilômetros do núcleo urbano.

    São João Del-Rei tem uma área geográfica maior do que a capital do estado, Belo Horizonte. São 1464 quilômetros quadrados. São mais de 900 quilômetros de estradas rurais. Uma parte delas está sendo  reconfigurada, através do Programa Melhor Estrada Rural, que está sob a responsabilidade do Secretário Rogério, em parceria com a Secretaria de Obras e Infraestrutura.

Confiança.

    “Vejo a possibilidade de o povo da Zona Rural  acreditar na política e neste Governo. Ser justo, ser honesto e buscar o bem comum. Não almejo ser vereador. Almejo que a zona rural tenha representatividade. Se o vereador mora na cidade, ele não conhece a realidade. Às vezes , tem vereador que promove um jogo de futebol, quando a localidade não tem água.” Exemplifica.

    “Criamos um elo de amizade, comércio, siderurgia, exército (Rogério serviu ao 11º BI – Regimento de Montanha do Exército Brasileiro.), religião, cultura, tudo isto melhorou as relações. Gosto muito de pessoas, o que atrapalha mesmo é a burocracia, mas ela é necessária.

    A gente  precisa, de fato, que tenha a participação do município dentro do distrito. Que lá seja um refúgio de lazer, de descanso, mas que tenha também os mesmos privilégios que a cidade tem. O melhor de tudo é a relação de confiança. As pessoas ouvirem e serem ouvidas e acreditar que é possível.

    Rogério Bosco, Secretário de Agricultura e Abastecimento de São João Del-Rei, foi candidato a vereador nas eleições de 2012 e obteve 926 votos, sendo o primeiro suplente do Partido dos Trabalhadores. Um dos mais atuantes e respeitados secretários da atual gestão, Rogério conquista cada vez mais o respeito dos moradores da cidade e da Zona Rural.

Texto e fotos: Luciano Nascimento

 



Clique para imprimir! Voltar a página inicial! Voltar a página anterior!
 
 
 
 












Paulo Rivetti

NUCAVE - Núcleo Campos das Vertentes

Camara Municipal de São João Del Rei

FORMULA PARA CÁLCULOS DE JUROS

AGENCIA BRASIL

Stefan Salej

Unimed São João Del Rei

ACESSE OS RESULTADOS DAS LOTERIAS

ATLHETIC CLUB

TURMA DO BUNEKO

Venha se Hospedar na Morada do Sol

Fotos dos eventos com cobertura jornalistica de O Raio

www.canilmolossosdecamargos.com.br

 

 

 
  A Empresa | Eventos | Guia de Negócios | Legislação | Destaques | Contato | Mapa do Site
Todos os Direitos Reservados © 2017 DACAF - NOTICIAS E EVENTOS
Jornalista Responsável: Dermeval Antônio do Carmo Filho - MTE 17933MG
 
 
Página inicial Dacaf! Revista O Raio!