Busca no Site:
Atos Públicos
 
17/04/2015 - AUDIÊNCIA PÚBLICA DA SAÚDE
 

Audiência pública para tratar de assuntos da saúde aconteceu, dia 15, no plenário da câmara municipal.

        A audiência pública da saúde previu três assuntos: medicamentos, exames e falta de médicos. Desta forma a Secretária de Saúde interina, Mariana Meirelles e sua equipe compareceram a audiência para prestar os esclarecimentos solicitados.

       Mariana Meirelles, secretária de saúde interina, iniciou sua fala dizendo ”ninguém veio aqui dizer que a saúde está às mil maravilhas, mas queremos mostrar que esta gestão tem trabalhado com empenho, e tivemos sim avanços na área. As dificuldades são muitas e a colaboração de toda a sociedade é muito importante para que possamos avançar sempre.”

Secretária de Saúde Interina, Mariana Meirelles

          Em relação à falta de médicos na cidade, por exemplo, quando esta gestão assumiu a prefeitura eram apenas seis médicos para todos os PSFs.  2014 foi um ano atípico, pois recebemos 11 médicos advindos do PROVAB - Programa de Valorização dos Profissionais da Atenção Básica e mais 12 médicos do programa Mais Médicos, todos atendendo na atenção básica. Esse volume de médicos desafogou os PSFs e iniciou a construção do que acreditamos ser uma saúde de fato, ou seja, o acompanhamento das famílias e consequentemente a prevenção de doenças. Os médicos do PROVAB tinham contrato de 1 ano, que chegou ao fim no início de 2015, com a junção dos dois programas. Portanto hoje contamos com 13 médicos (um dos médicos do PROVAB teve sua transferência para o programa Mais Médicos) e mais 5 médicos contratados na cidade, somando 18 médicos na saúde da família. Desta forma a Atenção Básica, não sem dificuldades, tem avançado. Segundo Michelle Resende, diretora da Atenção Básica, apenas uma das nossas unidades de saúde ficou sem médico por 10 dias esse ano, mas a questão já foi resolvida.

       Ainda temos o problema dos especialistas, visto que São João del-Rei atende vários municípios da região, o que estrangula o fluxo destes atendimentos. O mesmo acontece com a urgência e emergência, já que a UPA atende vários municípios e o convênio para sua manutenção envolve a união, o estado e São João del-Rei é o único município que participa com recursos. É sabido de todos que o Estado, em 2014, não cumpriu com o acordado no convênio e a prefeitura é que garantiu meses de repasses que eram de obrigação do Estado.

      O outro tema abordado foi a falta de medicamentos. De novo o fato de São João del-Rei ser uma cidade polo e pessoas dos municípios da região buscarem seus remédios aqui nas nossas farmácias sobrecarregam nossos estoques. Desta forma está sendo feito um cadastro dos usuários para que isto não aconteça.  A presidente da Comissão de Farmácia e Terapêutica, Patrícia Alves Torga, fez uma apresentação bem didática esclarecendo vários pontos, inclusive a diferença entre Farmácia Básica e da Farmácia Popular (ver quadro abaixo*). Outro fator importante, de acordo com ela, são os medicamentos disponibilizados por mandato judicial, que vem aumentando consideravelmente, onde 59 pessoas, ou seja, 0,06% dos usuários consumiram metade dos recursos do município em 2014. E muitas vezes os medicamentos solicitados fazem parte das farmácias básica ou popular. Não podemos deixar também de mencionar que os medicamentos de responsabilidade do Estado e referentes aos meses de julhoagostosetembro de 2014 só foram disponibilizados em janeiro de 2015. E não podemos deixar de dizer que os medicamentos vêm em parte do governo federal, parte do estado e outra parte do município, assim muitas vezes um problema em outra esfera atrasa a chegada dos medicamentos nos municípios.

Audiência Pública realizada no dia 15 de abril

         Em relação aos exames, a diretora de Regulação e Programação Assistencial da secretaria de saúde, Elisabeth de Oliveira Braga Aquino, esclareceu que com o aumento dos médicos em 2014 o volume de pedidos de exames excedeu e muito. Por um tempo foram usadas as cotas extras, mas não estavam resolvendo a questão. Desta forma os exames não pararam de ser feitos, apenas as cotas extras foram suspensas para a realização de um estudo apurado com o objetivo de amenizar a demora na realização dos exames. Esclareceu ainda que os exames são realizados acordo com os parâmetros da Portaria n.º 1101/GM Em 12 de junho de 2002. Outro fato prejudica também o agendamento dos exames, as pessoas marcam, mas faltam e assim a vaga fica ocupada, mas ociosa. Por isso a população deve contribuir com o bom andamento do atendimento do SUS e caso não possa comparecer comunicar à unidade com antecedência.

     A audiência transcorreu sem problemas, as informações foram prontamente prestadas e os vereadores foram convidados a procurarem a Secretaria de Saúde e obter as informações desejadas. A saúde da população vai muito além de questões partidárias e devemos todos juntos, lutar pelo bem comum. Sabemos das dificuldades do SUS, mas não podemos esquecer que um Sistema Único de Saúde existe em apenas alguns países do mundo, o Brasil é um deles, vamos nos unir para fortalecer o SUS e não o contrário disso.

Audiência Pública da Saúde na Câmara Municipal

Veja aqui, alguns números dos exames de alta complexidade no município:

Tomografia:
2012 – 1354 2014 – 1822 aumento de 35%

Ressonância Magnética:
2012 – 279 2014 – 756 aumento de 171%

Cintilografia:
2012 – 150 2014 – 494 aumento de 229%

Prefeitura de São João del-Rei com você, por uma cidade saudável!

Assessoria de Comunicação da Prefeitura de São João del-Rei



Clique para imprimir! Voltar a página inicial! Voltar a página anterior!
 
 
 
 












Camara Municipal de São João Del Rei

Fotos dos eventos com cobertura jornalistica de O Raio

Stefan Salej

www.canilmolossosdecamargos.com.br

NUCAVE - Núcleo Campos das Vertentes

TURMA DO BUNEKO

Unimed São João Del Rei

Venha se Hospedar na Morada do Sol

FORMULA PARA CÁLCULOS DE JUROS

ATLHETIC CLUB

AGENCIA BRASIL

Paulo Rivetti

ACESSE OS RESULTADOS DAS LOTERIAS

 

 

 
  A Empresa | Eventos | Guia de Negócios | Legislação | Destaques | Contato | Mapa do Site
Todos os Direitos Reservados © 2017 DACAF - NOTICIAS E EVENTOS
Jornalista Responsável: Dermeval Antônio do Carmo Filho - MTE 17933MG
 
 
Página inicial Dacaf! Revista O Raio!